Demissexualidade

Bandeira demissexual

Demissexualidade é um termo do espectro assexual que se caracteriza pelo surgimento de atração sexual somente quando existe envolvimento ou conexão emocional ou afetiva com essas pessoas.[1][2]

A demissexualidade, assim como outros termos da área cinza, está em uma zona de indefinição de identidade sexual, por não especificar necessariamente para qual sexo biológico ou gênero alguém demi direciona sua atração (já que aqui a conexão é o mais importante) deste modo, quando uma conexão é estabelecida, ela não dependerá de tais características.[3][4][5]

Etimologia e origem

O termo demissexual é um neologismo advindo de demi- do francês,[6] que significa metade ou parte.

A origem do termo como designação de sexualidade é datada de fevereiro de 2006, quando sonofzeal,[7] nos fóruns da Asexual Visibility and Education Network [es] (AVEN),[8] descreveu sua experiência de não ser sexualmente atraído por pessoas sem antes formar uma conexão emocional, assim ele não se sentia nem assexual nem alossexual e por isso criou o termo para descrever com mais precisão a necessidade de um vínculo emocional como pré-requisito para a atração sexual, que veio a ser classificada como atração secundária.[9][10] O termo começou a ganhar popularidade generalizada em 2008.[11]

Bandeira

Não se sabe quando a bandeira demissexual foi criada ou por quem, mas presumivelmente foi criada após a da bandeira assexual, em 2010, em vista do uso das mesmas cores. Presumindo a inspiração, se atribui as cores os mesmos significados da bandeira ace, são eles:

Controvérsia

Há dúvidas por parte de especialistas em comportamento sexual em vista da definição pouco clara do que seria o tal “envolvimento emocional” que dá origem a atração demi. Seria tal “envolvimento” exclusivamente romântico ou poderia ocorrer pelo envolvimento da amizade? E qual a intensidade desse envolvimento é necessária para que a atração sexual surja? A resposta mais aceita na comunidade é que tal conexão tende a fluir, variando em condições e por pessoas.[1]

Certos argumentos apontam que não deveria haver uma nova sexualidade separada baseada em preferências, ou pelo fato de não gostar de sexo casual.[13][14]

Condicionantes e orientações

Ver artigo principal: Assexualidade cinza

Muito embora os espectros da área cinza não levem em conta as orientações sexual e/ou romântica como condicionantes à atração experimentada pelos mesmos. Como os exemplos

  • da própria demissexualidade que apresenta como condição ao surgimento de atração a formação de uma conexão emocional profunda com alguém;[15]
  • da noetissexualidade que apresenta como condição ao surgimento de atração à mentalidade;
  • da sapiossexualidade apresenta como condição ao surgimento de atração, seja sexual ou romântica, puramente a inteligência;

É comum que pessoas grace (isto é, pessoas que se identificam em espectros da área cinza)[16] se identifiquem com alguma orientação sexual, assim sendo, é necessário diferenciar sexualidade como um todo de seus aspectos de orientação, seja sexual e/ou romântica. Assim, alguém pode se identificar como demi, ou outro espectro da área cinza, e como hétero, homo, bi etc. ao mesmo tempo.[17][18][19] Tal rotulação é relevante para reconhecer e/ou completar uma identidade, identificando as relações que venham a desejar seguir.

A combinação de rótulos também ajudam na comunicação de uma identidade a outros, assim:

  • alguém que se identifique como hétero demissexual está expressando sua atração demi apenas direcionado ao sexo oposto; ou
  • alguém que se identifique como homo demissexual está expressando sua atração demi apenas direcionado ao mesmo sexo.

E assim por diante com outros rótulos (bi, pan etc.).[20][21]

Romanticidade

Bandeira demirromântica
Ver artigo principal: Orientação romântica

Embora tenhamos tratando a demissexualidade como um espectro da área cinza, esta pode surgir apenas como uma orientação romântica, isto é, alguém pode ser alossexual, mas ter atração romântica exclusivamente demi, ou dentro de outro espectro da área cinza.[22][23][24]

Assim como pode ser um assexual estrito e sentir apenas atração romântica demi.

Ver também

Referências

  1. a b «Demissexuais: para eles, não dá para pegar sem se apegar» 
  2. «demissexual». Dicionário Priberam. Consultado em 7 de setembro de 2021 
  3. «Assexualidade Brasil: Conheça Algumas Identidades e Orientações do Espectro Assexual». Assexualidade Brasil. 29 de outubro de 2016. Consultado em 20 de dezembro de 2019 
  4. Valiente, Samuel (5 de fevereiro de 2015). «O que sente e como se comporta um demisexual». Vice. Consultado em 15 de fevereiro de 2020 
  5. Pires, Laura (4 de abril de 2016). «Dicionário de sexualidades: um guia incompleto». Medium (em inglês). Consultado em 20 de dezembro de 2019 
  6. «Meaning of prefix demi-». www.etymonline.com (em inglês). Consultado em 1 de outubro de 2022 
  7. «» Demi». Consultado em 21 de maio de 2022 
  8. «The Asexual Visibility and Education Network | asexuality.org». www.asexuality.org. Consultado em 20 de dezembro de 2019 
  9. «No lust at first sight: why thousands are now identifying as 'demisexual'». the Guardian (em inglês). 7 de setembro de 2019. Consultado em 1 de setembro de 2021 
  10. «Primary vs. secondary sexual attraction model - AVENwiki». wiki.asexuality.org. Consultado em 1 de setembro de 2021 
  11. «What is Demisexuality? | Definition, History and Demisexuals in Pop Culture». Feeld (em inglês). Consultado em 28 de agosto de 2021 
  12. «Demisexual». LGBTA+ Wiki (em inglês). Consultado em 28 de agosto de 2021 
  13. Gilmour, Paisley (12 de novembro de 2018). «3 people explain what it's really like to be demisexual and demiromantic». Cosmopolitan (em inglês). Consultado em 21 de maio de 2022 
  14. «Demisexuality - What is it? What does it mean? - Taimi wiki». Taimi (em inglês). Consultado em 21 de maio de 2022 
  15. «If You've Never Experienced Lust At First Sight, You Could Be Demisexual». InStyle (em inglês). Consultado em 26 de agosto de 2021 
  16. «Greysexual». LGBTA Wiki (em inglês). Consultado em 26 de agosto de 2021 
  17. SEXUALIDADE: SEXO, GÊNERO, ORIENTAÇÃO SEXUAL E IDENTIDADE DE GÊNERO, consultado em 26 de agosto de 2021 
  18. «Psicologia, sexualidade e gênero: identidade de gênero e orientação sexual são a mesma coisa?». Blog. 25 de maio de 2020. Consultado em 26 de agosto de 2021 
  19. «General FAQ | The Asexual Visibility and Education Network | asexuality.org». www.asexuality.org. Consultado em 26 de agosto de 2021 
  20. «Relationship FAQ | The Asexual Visibility and Education Network | asexuality.org». www.asexuality.org. Consultado em 26 de agosto de 2021 
  21. «Romantic Orientations | The Asexual Visibility and Education Network | asexuality.org». www.asexuality.org. Consultado em 26 de agosto de 2021 
  22. «Identidade romântica, orientação romântica, romanticidade». Wiki Identidades. Consultado em 26 de agosto de 2021 
  23. «Manual da Diversidade Romântica - Orientações Românticas | LGBT+ 🌈 Amino». LGBT+ 🌈 | aminoapps.com. Consultado em 26 de agosto de 2021 
  24. «» O que é orientação romântica?». Consultado em 26 de agosto de 2021 

Em formação

O artigo Demissexualidade na Wikipedia portuguesa ocupou os seguintes lugares na classificação local de popularidade:

O conteúdo apresentado do artigo da Wikipedia foi extraído em 2022-10-30 com base em https://pt.wikipedia.org/?curid=5621154