Charles Oliveira

Charles Oliveira
Charles Oliveira StormStrong(cropped).jpg
Informações
Nome de
nascimento
Charles Oliveira da Silva
Nascimento 17 de outubro de 1989 (32 anos)
Brasil Guarujá, São Paulo
Nacionalidade brasileiro
Outros nomes Charles do Bronx, (Charlinho)
Altura 1,78 m
Peso 70 kg
Divisão Peso-pena
Peso-leve (atualmente)
Envergadura 1,88 m
Modalidade Jiu jitsu brasileiro
Boxe
Wrestling
Muaythai
Posição Destro
Luta por  Brasil
Equipe Chute Boxe Diego Lima
Graduação      Faixa preta 3º grau em jiu-jítsu brasileiro[1]
Período em
atividade
2008–presente
Cartel nas artes marciais mistas
Total 41
Vitórias 33
Por nocaute 9
Por finalização 21
Por decisão 3
Derrotas 8
Por nocaute 4
Por finalização 3
Por decisão 1
Sem resultado 1
Ligações externas
Página oficial:
Cartel no MMA pelo Sherdog
editar
última atualização: 13 de dezembro de 2021

Charles Oliveira da Silva,[2] mais conhecido como Charles do Bronx (Guarujá, 17 de outubro de 1989) é um lutador de Jiu-Jitsu e Artes Marciais Mistas (MMA) brasileiro e ex campeão peso-leve do Ultimate Fighting Championship (UFC). É o maior finalizador da história da organização, com 16 no total, e o que mais venceu lutas pela via rápida (nocaute ou finalização), totalizando 19. Em 16 de maio de 2021, nocauteou o americano Michael Chandler tornando-se campeão peso-leve do UFC, o segundo brasileiro a conquistar o cinturão nessa categoria e o 18° no UFC.

Biografia

Charles Oliveira nasceu em uma família pobre no distrito de Vicente de Carvalho, no município de Guarujá, São Paulo, Brasil. Charles começou a jogar futebol com o sonho de se tornar um jogador profissional, mas aos sete anos começou a se sentir mal, tinha dores regulares no corpo e problemas para andar e em alguns casos não conseguia mexer as pernas. Foi diagnosticado com febre reumática e sopro no coração, que afetou gravemente seu tornozelo, o médico disse à sua família que ele poderia ficar paraplégico. Apesar de todos os desafios, Oliveira foi apresentado ao jiu-jitsu por um vizinho chamado "Paulo", enquanto sua família tinha renda muito baixa, o treinador da academia de Jiu-Jitsu, Roger Coelho, oferecia aulas gratuitas em um programa social. Sua família ajudou a financiar seu treinamento vendendo lanches de rua e papelão descartado. "Paulo", o homem que apresentou Charles ao jiu-jitsu, morreria mais tarde no meio do fogo cruzado de um tiroteio no Vicente de Carvalho, quando Charles tinha 14 anos.[3]

Charles Oliveira começou a treinar jiu-jitsu brasileiro aos 12 anos, ganhando seu primeiro título importante na faixa-branca em 2003. Ele é um faixa preta de jiu-jitsu brasileiro sob Ericson Cardoso e Jorge "Macaco" Patino, ganhando a faixa em 2010.[4]

Segundo ele, seu apelido de "Charles do Bronx" vem de: “Bronx é porque é favela, né? Periferia, de onde eu venho. Bronx surgiu praticamente quando eu fui lutar um torneio [amador]. Cheguei lá e só tinha cara monstro, experiente, e eu magrelo. E eles falavam para eu colocar um apelido, era só Charles Oliveira. Quando a gente ia lutar uns campeonatos de jiu-jítsu, sempre falavam 'olha os caras do Bronx aí, da favela’. Aí coloquei Bronx”.[5]

Carreira no MMA

Começo da carreira

Oliveira começou sua carreira no MMA em Março de 2008, no GP da categoria de meio médios do Predador FC 9. No primeiro round, Oliveira derrotou Jackson Pontes por finalização (mata-leão) e avançou para o segundo estágio do torneio, que aconteceria na mesma noite. A luta de Oliveira no segundo estágio foi contra Viscardi Andrade. No segundo round da luta, Oliveira venceu por Nocaute Técnico (socos) e avançou para à final do torneio. Oliveira venceu o torneio ao derrotar Diego Braga por Nocaute Técnico (socos) no primeiro round.[6]

Após derrotar Medhi Bagda em Dezembro de 2008, Oliveira entrou para outro torneio, onde ele derrotou Daniel Fernandes e Eliene Silva por Nocaute Técnico e Nocaute respectivamente.

Oliveira então lutou duas vezes no mesmo mês, uma por finalização (contra Alexandre Bezerra) e depois por Decisão Dividida sobre Eduardo Pachu.

Oliveira mais uma vez competiu duas vezes na mesma noite, em Fevereiro de 2010, derrotando Rosenildo Rocha por finalização (mata-leão) no primeiro round e Diego Bataglia por nocaute (slam).

Oliveira foi derrotado na final do campeonato da CBJJE de 2008 para o Tiago Castro (Maromba) com um arm-lock bem ajustado.

Ultimate Fighting Championship

Em janeiro de 2010, Charles foi nomeado como o terceiro melhor brasileiro para assistir em 2010, de acordo com o Sherdog.[7]

Charles Oliveira em 2010.

Oliveira entrou para o UFC e fez sua estreia contra Darren Elkins. Essa luta foi originalmente marcada para o The Ultimate Fighter: Team Liddell vs. Team Ortiz Finale, mas foi remarcada para o UFC Live: Jones vs. Matyushenko devido à problemas com o visto. Oliveira derrotou Elkins por finalização (chave de braço) aos 41 segundos do primeiro round. Oliveira foi derrubado por Elkins, mas rapidamente tentou um triângulo, antes de fazer a transição para a chave de braço, forçando-o à bater. A finalização lhe rendeu o prêmio de Finalização da Noite.

Em seguida, Charles enfrentou Efrain Escudero no UFC Fight Night 22 substituindo o lesionado Matt Wiman. A luta, foi no coevento principal e se tornou Peso Casado após Escudero pesou 159 lb. Oliveira derrotou Escudero no terceiro round por finalização. Oliveira foi novamente premiado com o prêmio de Finalização da Noite, duas vezes em duas lutas no UFC.

Em 11 de dezembro de 2010, no UFC 124, Oliveira enfrentou Jim Miller. Nesta luta Oliveira foi rapidamente finalizado com uma chave de joelho no primeiro round; essa foi sua primeira derrota profissional.

Posteriormente, Oliveira enfrentou Nik Lentz em 26 de junho de 2011, no UFC Live: Kongo vs. Barry. A luta terminou no segundo round após Oliveira acertar Lentz com uma joelhada ilegal que passou despercebida pelo árbitro e Oliveira finalizou o atordoado Lentz com um mata-leão. Porém, após rever o incidente, a Comissão Atlética do Estado da Pensilvânia o resultado foi mudado e declarado Sem Resultado. A luta foi lá e cá e rendeu aos dois o prêmio de Luta da Noite.

Charles Oliveira era esperado para enfrentar Joe Lauzon no UFC 138, em 19 de novembro de 2011. Porém, Oliveira então enfrentou Donald Cerrone em 14 de agosto de 2011, no UFC on Versus 5, substituindo o lesionado Paul Taylor. Ele perdeu a luta por nocaute técnico (socos) aos 3:01 do primeiro round. Depois de acumular 0-2-1 NC nas últimas 3 lutas, Charles desceu para a categoria dos Penas.

Após ser especulado uma luta contra Robert Peralta em 20 de janeiro de 2012, no UFC Fight Night 26, o lutador brasileiro enfrentou o estreante no UFC Eric Wisely, em uma luta nos penas em 28 de janeiro de 2012, no UFC on Fox: Evans vs. Davis. Oliveira venceu a luta por finalização com uma chave de panturrilha no primeiro round.

Em 1 de junho de 2012, no The Ultimate Fighter 15 Finale, Charles enfrentou Jonathan Brookins. Oliveira usou sua velocidade para dominar Brookins e venceu a luta por finalização com uma anaconda choke no segundo round.[8]

No UFC 152, em 22 de setembro de 2012, Oliveira enfrentou Cub Swanson. No começo do primeiro round, Swanson acertou Oliveira com golpes no corpo, que visivelmente machucaram o lutador brasileiro. Swanson acertou um overhand de direita que apagou Charles resultando em uma vitória por nocaute para Swanson. Oliveira depois revelou ter torcido seu joelho no aquecimento para a luta.[9]

Oliveira enfrentou o ex-Campeão Peso-Leve Frankie Edgar em 6 de Julho de 2013, no UFC 162. A luta foi muito equilibrada, com Charles quase finalizando Edgar com uma guilhotina, mas o americano acabou sendo salvo pelo gongo no final do segundo round. Edgar acabou vencendo Charles por decisão unânime, mas o brasileiro foi muito elogiado por sua atuação.

Charles em 2021, com o cinturão do pesos leves do UFC.

Era esperado que "Do Bronx" enfrentasse Estephan Payan em 19 de outubro de 2013, no UFC 166, porém, uma lesão tirou Payan do evento e ele foi substituído por Jeremy Larsen. Contudo, Oliveira também se lesionou e também teve que deixar o evento.

Charles enfrentou Andy Ogle em 19 de fevereiro de 2014, no UFC Fight Night: Machida vs. Mousasi, e venceu por finalização no terceiro round. Charles venceu sua segunda luta seguida ao derrotar o japonês Hatsu Hioki em 28 de junho de 2014 no UFC Fight Night: Te-Huna vs. Marquardt por finalização no segundo round com uma gravata peruana. Na entrevista pós-luta, Charles pediu para acertar as contas contra o americano Nik Lentz, a promoção então marcou a luta entre eles para o UFC Fight Night: Jacaré vs. Mousasi em 5 de setembro de 2014.

Charles derrotou Jeremy Stephens em 12 de Dezembro de 2014 no The Ultimate Fighter 20 Finale por decisão unânime, em uma performance dominante.

"Do Bronx" derrotou Nik Lentz em 30 de Maio de 2015 no UFC Fight Night: Condit vs. Alves, após aplicar uma guilhotina no terceiro round. A luta foi uma revanche do combate Sem Resultado ocorrido em 2011.

Oliveira era esperado para fazer a luta principal do UFC Fight Night: Holloway vs. Oliveira em 23 de Agosto de 2015 contra Max Holloway. Charles Oliveira foi derrotado ao sofrer uma lesão inusitada no pescoço, e revelou, durante a internação, tal lesão durante treinamentos, mas garante que lutou 100%.

Oliveira enfrentou o estreante na categoria Myles Jury em 19 de Dezembro de 2015 no UFC on Fox: dos Anjos vs. Cerrone II. Ele venceu a luta por finalização ainda no primeiro round, aplicando uma guilhotina em pé.

"Do Bronx" enfrentou o ex-campeão dos pesos leves Anthony Pettis no dia 27 de agosto de 2016 no UFC on Fox: Maia vs. Condit. Do Bronx perdeu por finalização (guilhotina) no terceiro round.

No dia 22 de setembro de 2018, no UFC Fight Night: Marreta vs Anders, Charles finalizou Christos Giagos no segundo round. Com esta vitória, Charles obteve sua 11ª finalização no UFC, se tornando o lutador com mais finalizações na história do UFC, uma a mais que Royce Gracie.[10] Além disso, também ganhou o prêmio de "Performance da Noite".

Em dezembro de 2018 enfrentou novamente Jim Miller em uma revanche no UFC on Fox: Lee vs. Iaquinta II. Vencendo com um mata-leão.

Em fevereiro de 2019 lutou contra David Teymur no UFC Fight Night: Assunção vs. Moraes II, derrubando Teymur com uma cotovelada e o aplicando um triângulo de mão.

Charles lutou pela terceira vez com Nik Lentz no UFC Fight Night: dos Anjos vs. Lee em 18 de Maio, o derrotando com um nocaute técnico. Em Novembro lutou contra Jared Gordon no UFC Fight Night: Błachowicz vs. Jacaré, com um nocaute no primeiro round.

Começou 2020 lutando contra Kevin Lee em Março. Na pesagem, Lee pesava 71,89 quilos, 1,13 quilos acima do limite da categoria leve. Lee foi multado em 20% de sua bolsa e sua luta contra Oliveira era esperada para prosseguir como programado em Peso casado. Charles "do Bronx" venceu no terceiro round com uma guilhotina. Com essa vitória, bateu o recorde de mais finalizações, 15, empatando com Donald "Cowboy" Cerrone.[11]

Em 12 de Dezembro de 2020, Charles enfrentou o veterano Tony Ferguson no UFC 256. No primeiro round Oliveira engatou uma chave de braço e Ferguson recusou a bater, quase quebrando o braço se não fosse interrompido pelo fim do round. A luta foi levado até o final e Charles ganhou por decisão unânime, a sua primeira desde 2014, além de um prêmio de "Performance da Noite".

Campeão Peso-Leve do UFC

Charles Oliveira foi escalado para lutar pelo cinturão de pesos-leves do UFC, que estava vago após a aposentadoria de Khabib Nurmagomedov, como evento principal no UFC 262. Seu oponente foi o tricampeão dos pesos-leves do Bellator Michael Chandler. Apesar de ter sido derrubado por Chandler no primeiro round, Oliveira venceu a luta por nocaute técnico no início do segundo round e conquistou o título de campeão dos leves do UFC.[12]

No UFC 269, em 11 de dezembro de 2021, Charles entrou como azarão nas bolsas de aposta, venceu Dustin Poirier por finalização (mata leão) e manteve o cinturão.[13]

Oliveira estava programado para fazer sua segunda defesa de título contra outro ex-campeão interino dos leves do UFC, Justin Gaethje, em 7 de maio, no UFC 274.[14] Na pesagem, Oliveira pesava 155,5 libras, meia libra acima do limite do título divisional.[15] Como resultado, no início da luta, Oliveira foi oficialmente destituído do título, e apenas Gaethje foi elegível para ganhar o título. Em comunicado oficial, o UFC declara que, em caso de vitória de Oliveira, ele assumiria posto de desafiante número um pelo Cinturão Peso Leve vago e enfrentará o próximo desafiante pelo cinturão no futuro.[16][17]

No UFC 274, Charles Oliveira finalizou Justin Gaethje com um mata-leão aos 3 minutos e 22 segundos do primeiro round. Após enfrentar adversidades nos minutos iniciais do confronto, Oliveira derrubou Gaethje com um direto e finalizou a luta no chão.

Vida Pessoal

Charles e sua esposa têm uma filha, Tayla (nascida em 2017).[18] Ele tem residência no Guarujá, mora perto de seu antigo bairro, Vicente de Carvalho, e os ajuda com instituições de caridade. Ele é cristão.[3]

Campeonatos e realizações

  • Predator FC
    • Campeão do Grand Prix Meio-Médio

Cartel no MMA

Res. Cartel Oponente Método Evento Data Round Tempo Local Notas
Vitória 33-8 (1) Estados Unidos Justin Gaethje Finalização (mata leão) UFC 274: Oliveira vs. Gaethje 07/05/2022 1 3:22 Estados Unidos Phoenix, Arizona Charles não bateu o peso e foi destituído como campeão; Luta válida pelo Cinturão Peso Leve do UFC só para Gaethje; Bateu o recorde de finalizações nos Leves (10).
Vitória 32-8 (1) Estados Unidos Dustin Poirier Finalização (mata leão em pé) UFC 269: Oliveira vs. Poirier 11/12/2021 3 1:02 Estados Unidos Las Vegas, Nevada Defendeu o Cinturão Peso Leve do UFC; Igualou o recorde de finalizações nos Leves (9); Igualou o recorde de bónus recebidos no UFC (18); Performance da Noite.
Vitória 31-8 (1) Estados Unidos Michael Chandler Nocaute Técnico (socos) UFC 262: Oliveira vs. Chandler 15/05/2021 2 0:19 Estados Unidos Houston, Texas Ganhou o Cinturão Peso Leve Vago do UFC; Quebrou o recorde de maior número de vitórias por finalização ou nocaute do UFC (17); Performance da Noite.
Vitória 30-8 (1) Estados Unidos Tony Ferguson Decisão (unânime) UFC 256: Figueiredo vs. Moreno 12/12/2020 3 5:00 Estados Unidos Las Vegas, Nevada
Vitória 29-8 (1) Estados Unidos Kevin Lee Finalização (guilhotina) UFC Fight Night: Lee vs. Oliveira 14/03/2020 3 0:28 Brasil Brasília Performance da Noite.
Vitória 28-8 (1) Estados Unidos Jared Gordon Nocaute (socos) UFC Fight Night: Błachowicz vs. Jacaré 16/11/2019 1 1:26 Brasil São Paulo Performance da Noite.
Vitória 27-8 (1) Estados Unidos Nik Lentz Nocaute Técnico (socos) UFC Fight Night: dos Anjos vs. Lee 18/05/2019 2 2:11 Estados Unidos Rochester, Nova Iorque
Vitória 26-8 (1) Suécia David Teymur Finalização (estrangulamento anaconda) UFC Fight Night: Assunção vs. Moraes II 02/02/2019 2 0:55 Brasil Fortaleza Performance da Noite.
Vitória 25-8 (1) Estados Unidos Jim Miller Finalização (mata leão) UFC on Fox: Lee vs. Iaquinta II 15/12/2018 1 1:15 Estados Unidos Milwaukee, Wisconsin Performance da Noite.
Vitória 24-8 (1) Estados Unidos Christos Giagos Finalização (mata leão) UFC Fight Night: Santos vs. Anders 22/09/2018 2 3:22 Brasil São Paulo Quebrou o recorde de mais finalizações na história do UFC (11); Performance da Noite.
Vitória 23-8 (1) Estados Unidos Clay Guida Finalização (guilhotina) UFC 225: Whittaker vs. Romero II 09/06/2018 1 2:18 Estados Unidos Chicago, Illinois Performance da Noite.
Derrota 22-8 (1) Estados Unidos Paul Felder Nocaute Técnico (cotoveladas) UFC 218: Holloway vs. Aldo II 02/12/2017 2 4:06 Estados Unidos Detroit, Michigan
Vitória 22-7 (1) Estados Unidos Will Brooks Finalização (mata leão) UFC 210: Cormier vs. Johnson II 08/04/2017 1 2:30 Estados Unidos Buffalo, Nova York Retorno aos Leves; Performance da Noite.
Derrota 21-7 (1) Estados Unidos Ricardo Lamas Finalização (guilhotina) The Ultimate Fighter: América Latina 3 05/11/2016 2 2:13 México Cidade do México Luta em Peso Casado (155 lbs); Charles não bateu o peso.
Derrota 21-6 (1) Estados Unidos Anthony Pettis Finalização (guilhotina) UFC on Fox: Maia vs. Condit 27/08/2016 3 1:49 Canadá Vancouver, Colúmbia Britânica
Vitória 21-5 (1) Estados Unidos Myles Jury Finalização (guilhotina em pé) UFC on Fox: dos Anjos vs. Cerrone II 19/12/2015 1 3:05 Estados Unidos Orlando, Flórida Oliveira não bateu o peso; luta Peso Casado (68 kg).
Derrota 20-5 (1) Estados Unidos Max Holloway Nocaute Técnico (lesão) UFC Fight Night: Holloway vs. Oliveira 23/08/2015 1 1:39 Canadá Saskatoon, Saskatchewan
Vitória 20-4 (1) Estados Unidos Nik Lentz Finalização (guilhotina) UFC Fight Night: Condit vs. Alves 30/05/2015 3 1:10 Brasil Goiânia Luta e Performance da Noite.
Vitória 19-4 (1) Estados Unidos Jeremy Stephens Decisão (unânime) TUF 20 Finale 12/12/2014 3 5:00 Estados Unidos Las Vegas, Nevada Oliveira não bateu o peso; Luta no Peso Casado (66 kg).
Vitória 18-4 (1) Japão Hatsu Hioki Finalização (triângulo de mão) UFC Fight Night: Te-Huna vs. Marquardt 28/06/2014 2 4:32 Nova Zelândia Auckland Performance da Noite.
Vitória 17-4 (1) Inglaterra Andy Ogle Finalização (triângulo) UFC Fight Night: Machida vs. Mousasi 15/02/2014 3 2:40 Brasil Jaraguá do Sul Performance da Noite.
Derrota 16-4 (1) Estados Unidos Frankie Edgar Decisão (unânime) UFC 162: Silva vs. Weidman 06/07/2013 3 5:00 Estados Unidos Las Vegas, Nevada Luta da Noite.
Derrota 16-3 (1) Estados Unidos Cub Swanson Nocaute (soco) UFC 152: Jones vs. Belfort 22/09/2012 1 2:40 Canadá Toronto, Ontário Luta em Peso Casado; Oliveira não bateu o peso.
Vitória 16-2 (1) Estados Unidos Jonathan Brookins Finalização (estrangulamento anaconda) The Ultimate Fighter: Live Finale 01/06/2012 2 2:42 Estados Unidos Las Vegas, Nevada
Vitória 15-2 (1) Estados Unidos Eric Wisely Finalização (chave de panturrilha) UFC on Fox: Evans vs. Davis 28/01/2012 1 1:43 Estados Unidos Chicago, Illinois Estreia nos Penas; Finalização da Noite.
Derrota 14-2 (1) Estados Unidos Donald Cerrone Nocaute Técnico (socos) UFC Live: Hardy vs. Lytle 14/08/2011 1 3:01 Estados Unidos Milwaukee, Wisconsin
NC 14-1 (1) Estados Unidos Nik Lentz Sem Resultado (joelhada ilegal) UFC Live: Kongo vs. Barry 26/06/2011 2 1:48 Estados Unidos Pittsburgh, Pensilvânia Originalmente vitória por finalização (mata leão) para Charles Oliveira; Resultado alterado por conta de uma joelhada ilegal, o árbitro não viu e seguiu com a luta. Luta da Noite
Derrota 14-1 Estados Unidos Jim Miller Finalização (chave de joelho) UFC 124: St-Pierre vs. Koscheck 2 11/12/2010 1 1:59 Canadá Montreal, Quebec
Vitória 14-0 México Efrain Escudero Finalização (mata leão em pé) UFC Fight Night: Marquardt vs. Palhares 15/09/2010 3 2:25 Estados Unidos Austin, Texas Escudero não bateu o peso; Finalização da Noite.
Vitória 13-0 Estados Unidos Darren Elkins Finalização (chave de braço) UFC Live: Jones vs. Matyushenko 01/08/2010 1 0:41 Estados Unidos San Diego, Califórnia Estreia no UFC; Finalização da Noite.
Vitória 12-0 Brasil Diego Bataglia Nocaute (slam) Warriors Challenge 5 14/02/2010 1 N/A Brasil Porto Belo
Vitória 11-0 Brasil Rosenildo Rocha Finalização (mata leão) Warriors Challenge 5 14/02/2010 1 1:21 Brasil Porto Belo
Vitória 10-0 Brasil Eduardo Pachu Decisão (dividida) Eagle Fighting Championships 26/09/2009 3 5:00 Brasil Guarulhos
Vitória 9-0 Brasil Alexandre Bezerra Finalização (estrangulamento anaconda) First Class Fight 3 18/09/2009 2 1:11 Brasil São Paulo
Vitória 8-0 Estados Unidos Dom Stanco Finalização (mata leão) Ring of Combat 24 17/04/2009 1 3:33 Estados Unidos Atlantic City, Nova Jersey
Vitória 7-0 Brasil Carlos Soares Finalização (triângulo de mão) JF12 - Warriors 21/03/2009 1 2:48 Brasil Rio de Janeiro
Vitória 6-0 Brasil Eliene Silva Nocaute Técnico (joelhadas e socos) Korea Fight 1 29/12/2008 2 N/A Brasil Santos
Vitória 5-0 Brasil Daniel Fernandes Nocaute Korea Fight 1 29/12/2008 N/A N/A Brasil Santos
Vitória 4-0 Brasil Mehdi Bagda Nocaute Técnico (socos) Kawai Arena 1 13/12/2008 1 1:01 Brasil São José dos Campos
Vitória 3-0 Brasil Diego Braga Nocaute Técnico (socos) Predador FC 9 - Welterweight Grand Prix 15/03/2008 1 2:30 Brasil São Paulo
Vitória 2-0 Brasil Viscardi Andrade Nocaute Técnico (socos) Predador FC 9 - Welterweight Grand Prix 15/03/2008 2 2:47 Brasil São Paulo
Vitória 1-0 Brasil Jackson Pontes Finalização (mata leão) Predador FC 9 - Welterweight Grand Prix 15/03/2008 1 2:11 Brasil São Paulo

Referências

  1. http://sportv.globo.com/site/eventos/combate/noticia/2012/02/apos-premio-por-finalizacao-do-bronx-recebe-faixa-preta-de-jiu-jitsu.html
  2. Comissão Atlética de Nevada (12 de dezembro de 2014). «Mixed Martial Arts Show Results» (PDF). boxing.nv.gov. Consultado em 17 de maio de 2021 
  3. a b «'A favela venceu'! Como Charles Do Bronx superou pobreza e doenças rumo ao cinturão do UFC: 'Falaram que ficaria de cadeira de rodas'». ESPN.com. 13 de maio de 2021. Consultado em 21 de dezembro de 2021 
  4. BJJ Heroes. «Charles Oliveira - BJJ Heroes: the jiu-jitsu encyclopedia». Consultado em 12 de julho de 2015 
  5. https://blog.betway.com/pt/outros-esportes/quem-%C3%A9-charles-do-bronx-conhe%C3%A7a-a-hist%C3%B3ria-do-lutador-brasileiro/
  6. «Charles Oliveira». sherdog.com. Consultado em 22 de setembro de 2010 
  7. «10 Brazilians to watch in 2010». sherdog.com. 25 de janeiro de 2010 
  8. http://globoesporte.globo.com/sp/santos-e-regiao/noticia/2012/06/charles-do-bronx-vence-sua-segunda-luta-entre-os-pesos-penas.html
  9. http://www.tatame.com.br/charles-teria-torcido-o-joelho-no-aquecimento-para-o-ufc-152/
  10. Combate.com (22 de setembro de 2018). «Charles do Bronx faz história, quebra recorde de Royce Gracie e finaliza Christos Giagos no UFC SP». sportv.globo.com. Consultado em 23 de setembro de 2018 
  11. Martin, Damon (14 de março de 2020). «Charles Oliveira taps out Kevin Lee with nasty guillotine choke in UFC Brasilia main event». MMA Fighting (em inglês). Consultado em 23 de dezembro de 2021 
  12. Anderson, Jay (16 de maio de 2021). «UFC 262 Results: Charles Oliveira Stuns Michael Chandler to Claim Lightweight Title». Cageside Press (em inglês). Consultado em 23 de dezembro de 2021 
  13. «Charles sufoca Dustin» 
  14. Baldwin, Nick. «Oliveira to defend UFC title vs. Gaethje in May». theScore.com (em inglês). Consultado em 26 de janeiro de 2022 
  15. Mike Bohn (6 de maio de 2022). «UFC 274 weigh-in results: Charles Oliveira misses weight, stripped of title». mmajunkie.usatoday.com. Consultado em 6 de maio de 2022 
  16. «Update On The UFC 274 Main Event | UFC». www.ufc.com (em inglês). 6 de maio de 2022. Consultado em 6 de maio de 2022 
  17. Al-Shatti, Shaun (6 de maio de 2022). «UFC issues statement on Charles Oliveira's stunning weight miss, future after UFC 274». MMA Fighting (em inglês). Consultado em 7 de maio de 2022 
  18. Guilherme Cruz (28 de maio de 2017). «Charles Oliveira wants to go back to featherweight, but open to fights at lightweight». mmafighting.com 
  19. Ag. Fight (16 de maio de 2021). «'Do Bronx' abraça o cinturão na cama após fazer história no UFC 262». UOL. Consultado em 17 de maio de 2021 
  20. Mike Bohn; Christian Stein; John Morgan. «MMAjunkie's 'Submission of the Month' for February 2014 - MMAjunkie» (em inglês). mmajunkie.com. Consultado em 17 de maio de 2021 
  21. Mike Bohn (2 de junho de 2015). «MMAjunkie's 'Submission of the Month' for May: Which choke was the best? - MMAjunkie» (em inglês). mmajunkie.com. Consultado em 17 de maio de 2021 
  22. MMA Junkie Staff (30 de março de 2020). «MMA Junkie's 'Submission of the Month' for March: A tapout for the record books» (em inglês). mmajunkie.com. Consultado em 17 de maio de 2021 
  23. Jordan Breen; Patrick Wyman (30 de dezembro de 2014). «Sherdog.com's 2014 Submission of the Year» (em inglês). sherdog.com. Consultado em 17 de maio de 2021 
  24. Sherdog.com. «Sherdog's 2021 Fighter of the Year». Sherdog. Consultado em 28 de dezembro de 2021 
  25. Patrick L. Stumberg (25 de dezembro de 2014). «Best UFC/MMA submissions of 2014, a Top 5 list» (em inglês). mmamania.com. Consultado em 17 de maio de 2021 
Vago
Khabib se aposentou
Último detentor do título:
Rússia Khabib Nurmagomedov
11º campeão do peso-leve do UFC
15 de maio de 2021 – presente
Atual detentor

Em formação

O artigo Charles Oliveira na Wikipedia portuguesa ocupou os seguintes lugares na classificação local de popularidade:

O conteúdo apresentado do artigo da Wikipedia foi extraído em 2022-05-24 com base em https://pt.wikipedia.org/?curid=2913459